Artigo: Seus funcionários remotos estão mal-equipados | Logitech

PULAR PARA O CONTEÚDO PRINCIPAL
Pangea temporary hotfixes here
Pessoa em trabalho remoto em um sofá

No começo da pandemia, as lideranças de empresas previam um rápido retorno ao presencial após um curto período de trabalho remoto. Obviamente, isso não aconteceu. Hoje em dia, as organizações estão começando a pensar em planos para implementar o trabalho híbrido.

Analisamos as dificuldades de mais de 3.000 pessoas em trabalho remoto e identificamos dezenas de problemas que os participantes enfrentam com dispositivos padrão. Isto é o que aprendemos: o fornecimento de áudio e vídeo não acompanhou as mudanças no funcionamento do trabalho híbrido, deixando muitos funcionários mal-equipados.

Pessoa em trabalho remoto com um laptop

Apesar dos funcionários terem os equipamentos adequados para trabalhar em escritórios tradicionais, a maioria ainda não tem as soluções ideais para uma boa colaboração remota. Problemas de áudio, vídeo e ergonomia são frequentes e complicados, mostrando a necessidade de melhores ferramentas de videocolaboração. Como líderes devem equipar funcionários remotos e ajudar quem trabalha em modo híbrido na transição de volta ao presencial? Quais dispositivos são necessários para uma colaboração ideal entre funcionários remotos e presenciais? 

Nosso relatório inclui muitas descobertas para ajudar a informar as lideranças sobre oportunidades de melhorar as necessidades de comunicação de equipes remotas e híbridas. É uma palestra que vale a pena conhecer, já que otimizar o fluxo de trabalho remoto da sua empresa pode impactar bastante a produtividade, a retenção e o bem-estar dos funcionários.

PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES COM ÁUDIO E VÍDEO

Nossa pesquisa identificou dezenas de problemas de áudio, vídeo e ergonomia que equipes remotas enfrentam durante as reuniões virtuais. As estatísticas mostram: funcionários remotos estão por conta própria.

Estatísticas sobre usuários que têm problemas com equipamentos para o trabalho remoto

89% das pessoas entrevistadas enfrentam dificuldades com vídeo, boa parte por conta do uso generalizado de câmeras embutidas em computadores. Entre os participantes da pesquisa, 63% dizem que não ficam bem na câmera, uma estatística surpreendente para qualquer empresa que investe em videocolaboração.


Problemas de áudio não ficam muito atrás. 85% das pessoas entrevistadas alegaram que sofrem com problemas de som, das quais 66% lidam com ruídos de fundo que atrapalham o fluxo de chamadas.

Estatísticas sobre ruídos e equipamentos de headset

POR QUE ISSO É IMPORTANTE

Os padrões de tecnologia inadequados estão impedindo que as equipes formem laços, tomem decisões informadas e se comuniquem efetivamente. Por isso, as estações de trabalho presenciais e remotas devem ser projetadas para a colaboração virtual. Esses desafios são generalizados, com muitos entrevistados se sentindo despreparados ao liderar reuniões importantes por vídeo. E a pior parte é que nem sempre os empregadores estão cientes dos obstáculos. 

Espera-se que os funcionários remotos sejam tão produtivos e engajados em casa quanto no escritório, mesmo tendo que identificar e resolver as próprias dificuldades tecnológicas. À medida que líderes de negócios tentam equilibrar o que as equipes querem e o que a empresa precisa, os usuários comuns enfrentam a inquietação de uma experiência de trabalho comprometida. 

Equipar todos os funcionários e locais de trabalho com dispositivos que otimizam a experiência de colaboração virtual pode ajudar as empresas na transição para o trabalho híbrido. 

 

Pessoa em trabalho remoto usando livros como suporte para laptop

O QUE LÍDERES DE TI PODEM FAZER?

Seja uma pessoa proativa. O nosso objetivo é ajudar as empresas a entenderem as necessidades mais urgentes de seus funcionários e prepará-las para o futuro com os melhores equipamentos. As necessidades dos funcionários em trabalho híbrido mudaram, e a tecnologia de colaboração que eles usam também precisa mudar. 

Veja como você pode ajudar: 

  • Faça um levantamento com os funcionários da sua empresa para ter uma ideia dos desafios do trabalho remoto

  • Conscientize a liderança sobre os obstáculos que os funcionários remotos enfrentam

  • Defina os requisitos organizacionais com base no feedback dos funcionários

  • Recomende e implante webcams, headsets com cancelamento de ruídos e docks de colaboração para aprimorar a experiência de trabalho remoto

Nosso estudo “Como fornecer aos seus funcionários soluções para o trabalho híbrido” apresenta evidências irrefutáveis para que líderes de TI ajudem a informar os executivos. Leia com calma os dados por trás dos desafios e saiba mais sobre as nossas soluções no relatório abaixo. 

LEIA O RELATÓRIO SOBRE TRABALHO HÍBRIDO

Pessoa trabalhando confortavelmente em casa com equipamentos da Logitech

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR EM:

Equipamento de videoconferência Zoom se conectando a uma reunião do Teams
Insights

Artigo: Interoperabilidade com o Zoom Rooms

Descubra como alcançar uma videoconferência perfeita entre plataformas enquanto padroniza a plataforma Zoom.
Pessoa trabalhando em um sofá com um laptop
Insights

Como simplificar o conjunto de ferramentas para escritórios em casa em tempos complexos

Leia este artigo para saber como a equipe de TI pode fornecer melhores equipamentos para escritórios em casa, a fim de consolidar e agilizar o processo, enquanto aprimora a experiência de trabalho remoto para os funcionários
Logotipo da Wainhouse exibido em uma sala de ensino habilitada para Scribe
Insights

Wainhouse Research avalia a Logitech Scribe

Leia a avaliação da Wainhouse sobre a câmera para quadro branco Scribe, que permite a todos os participantes da reunião colaborar e discutir ideias com facilidade durante as reuniões por vídeo.
conexão humana, crucial para o trabalho híbrido
Insights

Conexão humana, crucial para o trabalho híbrido

Os modelos híbrido e remoto são o futuro do trabalho. Leia este artigo para saber como tornar o trabalho híbrido significativo, equitativo e eficaz.
ícone de pesquisa

Procurar categorias:

CONECTE-SE