ARTIGO

Como a rede 5G melhorará a telessaúde e os resultados do paciente

O uso generalizado da telemedicina já está salvando vidas

Representação gráfica dos produtos Logitech na melhoria da telessaúde

 

À primeira vista, pode não parecer óbvio como as redes de telecomunicações 5G irão melhorar o atendimento médico de emergência e salvar vidas. Esta próxima geração de conectividade celular promete maiores velocidades e menor latência, o que permitirá conexões de vídeo rápidas e de alta qualidade. Isso é ótimo para streaming de vídeos, jogos, download de aplicativos e assim por diante. Mas o que isso tem a ver com parada cardíaca, emergências médicas e outras condições extremas de saúde?

Muito, na verdade.

Considere estas estatísticas: As doenças cardiovasculares na Europa agora são responsáveis por 3,9 milhões de mortes por ano. Nos Estados Unidos, uma em cada quatro mortes está relacionada ao coração e mais de 700 mil americanos sofrem ataques cardíacos a cada ano. Esses eventos estão entre os motivos mais comuns para chamadas de ambulância e visitas ao pronto-socorro.

Veja por que o 5G é importante nessas situações. Com conexões mais rápidas que permitem vídeo de alta velocidade e qualidade, os profissionais de saúde podem avaliar os pacientes em uma emergência médica antes que eles cheguem ao local. Eles podem orientar outras pessoas no local para iniciar o tratamento adequado. Uma vez lá, os profissionais de saúde podem se conectar por videoconferência a um hospital, clínica ou médico especialista para obter tratamento altamente detalhado no local e durante o transporte do paciente. 

Especialistas na outra extremidade de uma conexão de vídeo podem avaliar vítimas de derrame ou pacientes de ataque cardíaco enquanto são transportados e ajudar a orientar a triagem e direcionar ambulâncias para o hospital certo para o tratamento de emergência mais rápido. Resultados que não eram possíveis antes podem se tornar possíveis por meio do poder da tecnologia emergente de 5G em conjunto com a telemedicina. 

A chamada “telessaúde 5G” ainda não é muito difundida, principalmente porque o uso do próprio 5G ainda não é universal. Mas os primeiros resultados são encorajadores. Conforme as opções de vídeo 5G se expandem e mais recursos de saúde são disponibilizados, os pacientes agudos que mais precisam desses serviços terão acesso. E não há dúvida de que vidas serão salvas.

O que é 5G e como ele melhora a telessaúde?

Todas as principais operadoras dos Estados Unidos têm se concentrado fortemente em celulares sem fio de quinta geração nos últimos anos. Cada um tem sua própria abordagem de implementação, mas eles concordaram com alguns padrões comuns. Essencialmente, uma rede 5G oferece:

  • Maior rapidez: De acordo com a folha de especificações para 5G, velocidades de downlink de 20 Gbps e uplink de 10 Gbps por estação base móvel são esperadas. Essas velocidades são divididas entre todos os usuários em uma determinada estação a qualquer momento. Como resultado, espera-se que as velocidades de uso individual sejam próximas a dois Gbps, o que ainda é extremamente rápido.

  • Baixa latência: A resposta rápida era um componente crítico do 4G e era necessária para dar suporte a aplicativos como Uber e Snapchat. No entanto, ainda havia um certo lapso entre o envio e o recebimento de uma mensagem. A latência para 5G é próxima de zero - quase não há tempo entre o envio da mensagem e o ping da torre de celular. 

  • Maior capacidade: Esta é uma parte muito importante do 5G: a capacidade de oferecer suporte a bilhões de dispositivos, como sensores, wearables e todos os outros dispositivos inteligentes cada vez mais populares que exigem conectividade. As especificações 5G suportam um milhão de dispositivos conectados para cada 0,38 milhas quadradas.

Esses recursos são vitais para a telessaúde, especialmente para a telemedicina de emergência. As redes 5G não só permitem que os médicos tratem os pacientes remotamente, mas também de praticamente qualquer lugar, sem atrasos ou pausas. Maior clareza e melhor detalhe visual em chamadas de vídeo permitem uma avaliação remota mais precisa e tratamento precoce direcionado, mesmo quando o paciente está em movimento em uma ambulância.  

Salvando vidas em um ambiente pré-hospitalar com 5G Telehealth

Um estudo de casos de AVC agudo e ataque cardíaco descobriu que um terço de todas as viagens de ambulância ao hospital excedeu o tempo máximo de transporte recomendado de 15 minutos. Um tempo de transporte mais longo aumenta as taxas de mortalidade e a probabilidade de lesões permanentes. 

A telessaúde 5G tem o potencial de melhorar significativamente o atendimento de emergência, ajudando os socorristas a fornecer medidas de salvamento mais eficientes sob a orientação de cirurgiões especializados e diagnosticadores - antes de chegarem ao hospital.

Visionable, uma startup do Reino Unido, é uma dessas empresas que fornece esses serviços. A empresa de colaboração de vídeo com foco em saúde está realizando testes de recursos de streaming de vídeo em ambulâncias com tecnologia 5G. Trabalhando com serviços de ambulância em East London, a Visionable ajuda os primeiros respondentes a fornecer cuidados melhores e mais abrangentes para pacientes com AVC agudo. Até o momento, os serviços da Visionable, juntamente com sua parceria de serviço de ambulância, salvaram mais de 3.200 vidas.

Serviços de telessaúde como esses também podem reduzir o congestionamento de quartos de hospitais, garantindo que apenas os casos agudos que precisam de serviços de emergência sejam atendidos. Este é um método que está sendo testado na Austrália pela Equipe de Resposta Rápida ao Idoso do Distrito Sanitário Local do Norte de Sydney. 

Funcionários em quatro instalações de cuidados residenciais diferentes são equipados com iPads que podem ser usados para fazer a triagem dos pacientes antes de transportá-los para o hospital. Uma equipe de médicos especialistas, incluindo um geriatra e consultores de enfermagem clínica, entre outros, avaliam rapidamente o paciente. Eles então aconselham o transporte ou criam um plano de tratamento. No geral, os residentes avaliados por meio de um feed de vídeo evitaram ir ao hospital cerca de 83 por cento das vezes

Esses são apenas dois exemplos do poder do 5G para tornar a telessaúde mais fácil e móvel. A capacidade de avaliar e fazer a triagem rapidamente dos pacientes melhorará os resultados e permitirá que aqueles que não precisam de cuidados imediatos evitem uma viagem ao hospital. 

Progresso em telessaúde

A telessaúde 5G certamente abalará a indústria, à medida que redes celulares mais poderosas e tecnologia de vídeo aprimorada se tornem a norma. E um verdadeiro progresso está acontecendo em ambas as frentes. As empresas de telecomunicações têm aumentado o acesso às redes 5G em todo o mundo, o que está ajudando a tornar a telemedicina uma opção realista para mais pessoas, incluindo aquelas em áreas remotas ou rurais.

E a implantação de equipamentos de videoconferência, uma barreira para uma ampla adoção, não é um obstáculo hoje, pois a tecnologia melhora e se torna mais acessível. A Logitech, por exemplo, oferece webcams 4k que oferecem vídeo e áudio nítidos por um preço inferior ao que pode custar um visita ao médico. A qualidade permite que os médicos diagnostiquem remotamente determinadas doenças, tenham conversas com os pacientes como se estivessem em pessoa na consulta e prescrevem de forma segura um medicamento ou remédio apropriado.

As soluções da Logitech para a saúde amplia o acesso ao atendimento de outras formas, incluindo tecnologia de vídeo para:

  • Monitoramento de pacientes

  • Carrinhos móveis e kits de telemedicina

  • Treinamento para equipes e formação continuada para profissionais médicos

  • Salas de videoconferência para equipes administrativas

Com a nova tecnologia de videoconferência econômica e de alta qualidade e o amplo acesso às redes 5G, parece que estamos prestes a alcançar o uso generalizado da telemedicina. O acesso à telessaúde 5G significará literalmente uma nova vida para muitos pacientes.

 

Você também pode estar interessado em

Miniatura do Retorno dos trabalhadores de escritório
ARTIGO: COMO A TI PODE PLANEJAR O RETORNO DOS FUNCIONÁRIOS AO ESCRITÓRIO

Aprenda como as equipes de TI podem se preparar para a transição à medida que os funcionários retornam ao escritório. Em um ambiente de trabalho em mudança, veja aqui algumas medidas proativas que você pode tomar.

Um homem em videoconferência usando produtos da Logitech
ARTIGO: A NOVA NORTMALIDADE E COMO SERIA O MUNDO EM 2021 E NO FUTURO

A história do ambiente de escritório tradicional pode ajudar a prever o novo normal para o local de trabalho e além.

Miniatura de uma mulher em uma reunião por vídeo
Artigo: A VIDEOCONFERÊNCIA CHEGOU PARA FICAR. VOCÊ ESTÁ PRONTO?

A adoção de vídeo para reuniões remotas está crescendo em um ritmo notável. A TI está preparada para atender a demanda? Siga estas práticas recomendadas para garantir sua preparação.

PRODUTOS RECOMENDADOS

Logitech MeetUp
MeetUp

ConferenceCam multifuncional para salas de conferência e de reunião pequenas.

Brio
Brio

Webcam 4K com suporte a HDR e Windows Hello

VIDEOCONFERÊNCIA PARA QUALQUER ESPAÇO.

Saiba mais sobre como os produtos de videoconferência da Logitech

funcionam em ambientes empresariais.